Advertisements

Amor de mãe e filho é inegável até no mundo animal! Algumas semanas antes de completar seus 20 anos, a elefanta Yatta teve seu segundo filhote, Yoyo, com o auxilio de veterinários e voluntários do David Sheldrick Wildlife Trust, um santuário que se encontra no Quênia.

Há oito anos ela foi resgatada e inserida novamente em seu habitat natural, onde pôde viver tranquila sem riscos. Enquanto acontecia essas transações e cuidados, Yatta deu à luz a seu primeiro filhote, Yetu.

A vida de Yatta não foi nada fácil desde que nasceu. Sua mãe morreu durante seu parto e órfã ela foi encontrada com fome e desnutrida após 30 dias de vida. Os guardiões que a encontraram a levaram para o Santuário de Elefantes, onde foi acolhida também por outros elefantes em que alguns se encontravam na mesma situação.

Após tempos difíceis, Yatta aparentava estar muito grata pelo acolhimento e carinho que lhe foi concedida em seu Santuário. As vezes, Yatta sai da floresta onde vive e retorna ao santuário para dizer um “oi” aos seus salvadores e fazer uma visitinha ao santuário.

Abaixo esta um vídeo gravado recentemente por um dos voluntários e mostra Yatta chegando com seus dois filhos, apresentando a família que formou graças a esses guardiões da floresta.

Advertisements

“Ela é uma mãe muito orgulhosa” contou um dos cuidadores, “[Essa visita] É um sinal absoluto de confiança e carinho. Ela trouxe seu novo bebê para conhecer as pessoas que a salvaram.”

“Não apenas salvamos Yatta, à época um filhote órfão, e a criamos, mas conseguimos reintroduzi-la de volta à natureza, onde ela começou sua própria família”, relatou Rob Brandford, um dos veterinários de David Sheldrick Wildlife Trust. “Para os elefantes, a família é tudo, por isso não é surpreendente que eles escolham apresentar um novo membro da família aos seus antigos cuidadores humanos, porque eles são parte de sua família.”

Os funcionários contam que se sentem lisonjeados em saber que Yatta retornou para celebrar a chegada de seu segundo filhote. Outros dois elefantes também órfãos que cresceram com Yatta como uma família, também deram à luz.

Esse Santuário (DSWT), acolhe centenas de elefantes anualmente entre órfãos e feridos em que muitos deles são vítimas de caça ilegal e predatória humana.